Projeto ORCHESTRA
    8 Junho, 2021 cicf 0 Sem comentários

    Código do Projeto | POCI-01-0247-FEDER-070155

    Região de intervenção | 94,44% Centro e 5,56% Norte

    Data de início | 01-02-2021

    Data de conclusão | 30-06-2023

    Apoio financeiro da União Europeia | FEDER – 710.148,55 EUR

    Apoio financeiro Público Nacional | FCT – 183.342,67 EUR


    Síntese do Projeto:

    O Projeto ORCHESTRA visa o desenvolvimento de práticas alternativas biológicas sustentáveis para produção intensiva de pera Rocha e maçã de Alcobaça, bem como para a conservação e a distribuição destas produções. Pretende-se com este projeto desenvolver bio-formulações para suprimir o uso de produtos / aditivos químicos sintéticos para combater pragas e a deficiência de nutrientes, nomeadamente através de uma biorrefinaria de algas marinhas para fornecer extratos de algas com potencial para controle de pragas, indução de resistência, fortificantes de plantas e, finalmente, com o subproduto final, melhorar a qualidade do solo. Além desses desafios pré-colheita, a conservação a longo prazo das frutas também será abordada para melhorar o prazo de validade durante o armazenamento e a cadeia de distribuição, maximizando os fitonutrientes.

    O consórcio promotor do projeto é constituído por 1 empresa, CAMPOTEC IN – Conservação e transformação de Hortofrutícolas S.A (líder), e por 2 entidades não empresariais, Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) e Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA), reunindo as competências técnicas e científicas para o desenvolvimento do mesmo. A proposta conta ainda com a participação dos parceiros: Limerick Institute of Technology (Irlanda) e Vorarlberg University of Applied Sciences (Áustria).

    Com base nos resultados que o projeto ORCHESTRA pretende alcançar, a Campotec pretende atuar, numa primeira fase, a nível nacional, impulsionar a comercialização das maçãs BIO “Maçã de Alcobaça” e “Pera Rocha do Oeste”, produzidas usando biomassa de algas marinhas invasivas selvagens como tratamentos pré-colheita, concedendo opções de base natural eficientes, e/ou na fase pós-colheita para levar a um aumento da vida útil do produto, garantindo melhor qualidade nutricional e sensorial dos produtos. Para isso, os parceiros do projeto nacional, APMA (Associação dos Produtores de Maçã de Alcobaça) e ANP (Associação Nacional dos Produtores de Pêra Rocha), serão fundamentais para promover a inovação de produtos e processos neste projeto. Posteriormente, no mercado global, por meio dos canais de distribuição já constituídos pela Campotec (atualmente, a Campotec exporta 18% da sua produção, principalmente para o Reino Unido, França, Brasil e Espanha), a Campotec visa atingir novos mercados como Emirados Árabes Unidos e países nórdicos , que se caracterizam por uma maior preocupação com produtos saudáveis ​​e verdes, e onde o preço não é relevante. Por último, é também intenção da Campotec explorar os mercados da Irlanda e da Áustria, potenciando as ações de divulgação previstas para este projeto (critério de venda múltipla). A Campotec pretende divulgar os conhecimentos adquiridos de primeiro plano, as soluções técnicas desenvolvidas e demonstradas e os resultados alcançados durante o projeto.


    Objetivo base

    Fortalecer a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação.


    Resutados

    Projeto em desenvolvimento.